Notícias

ETIQUETA: Dicas de viagem.

Devo seguir as regras de comportamento de um país?


Em Roma, como os romanos. Claro que você não precisa se converter ao budismo quando for à Tailândia nem virar judeu em Israel. Mas não custa respeitar alguns hábitos de cada país para não passar por constrangimentos ou mesmo por situações perigosas. Uma gafe muito grande pode inclusive atrapalhar o fechamento de um negócio, porque o interlocutor pode interpretar mal o seu comportamento. Antes de embarcar, procure informar-se ao máximo sobre os costumes do destino:
1) Na Grã-Bretanha, não coloque a mão no bolso durante a conversa
2) Nos Estados Unidos, não se assuste se alguém perguntar quanto você ganha
3) Cartão de visitas é quase um documento no Japão. Dê o seu primeiro e receba o da outra pessoa com as duas mãos
4) Nos países muçulmanos e também na Índia e na Tailândia, evite levar alimentos à boca ou cumprimentar alguém com a mão esquerda, reservada à limpeza íntima
5) No Nepal e na Tailândia é tabu tocar na cabeça das crianças, para não perturbar seus espíritos
6) Ainda em partes da Ásia, ao sentar-se no chão, a etiqueta recomenda não mostrar a sola dos pés para as outras pessoas
7) Na China, no Japão e na Coreia, espetar verticalmente os palitos usados em refeições no montinho de arroz de sua tigela traz mau agouro
8) Nos países islâmicos, pessoas do mesmo sexo às vezes se cumprimentam com um abraço e três beijos. Em compensação, qualquer contato físico entre os sexos é malvisto. Ao sentar, não apóie o tornozelo no joelho oposto
9) No Oriente Médio, na Turquia, na Indonésia e em outras áreas de predominância muçulmana, retire eventuais cintas, carteiras e acessórios de couro de porco antes de entrar nas mesquitas. As mulheres devem cobrir a cabeça com um véu ou um lenço, que, de preferência, esconda também os ombros
10) Os ombros também devem ser cobertos nas visitas a templos budistas nos países que adotam a religião. Para entrar neles, é preciso tirar os sapatos
11) Na Jordânia, Faixa de Gaza, Cisjordânia e Jerusalém Oriental, é melhor não usar o kefieh (o lenço tribal palestino) como saída de praia, pano de chão, capacho, canga ou lenço de nariz
12) No Japão, na China e na Coréia, é normal fazer o maior barulho possível ao sugar a sopa

Existem regras de bons modos num avião?


1) Deixe o banheiro limpo
2) Não fale em voz alta
3) Apague a luz de leitura à noite
4) Antes de abaixar o encosto, veja se não incomodará a pessoa de trás
5) Tome cuidado para não bater a bagagem em quem está sentado
6) Não leve travesseiros e mantas
7) Comissário não é barman! Tente poupar a tripulação, mesmo que você seja um ilustre personagem da primeira classe. Os comissários não estão lá para resolver problemas de insônia, dor nas costas ou falta de ombro amigo
8) Nem pense em abrir o bagageiro no meio da noite para conferir as compras. Equivale a fazer arrumação no armário no meio da noite enquanto o companheiro tenta dormir
9) Maneire na birita! - Bêbados costumam ser chatos em qualquer circunstância. Num avião, tornam-se insuportáveis. Já é norma fazer os exagerados descer na primeira escala

Como se portar num hotel?


1) Mantenha o quarto em ordem
2) Não faça barulho nos corredores
3) Não leve para casa objetos como cinzeiros e toalhas
4) Verifique se precisará usar gravata no jantar
5) Não pegue mais de um prato de uma vez durante as refeições
6) Não dê mergulhos ruidosos na piscina
7) Vá procurar sua turma! Não há motivo para cultivar uma intimidade excessiva com porteiros, camareiras e garçons. A maioria não gosta muito dessas intimidades
8) Fale com o dono do circo: aprenda a reclamar para a pessoa certa: não adianta falar da limpeza do quarto com a camareira; há um responsável por isso acima dela. O mesmo se aplica ao pessoal do restaurante e recepção
9) Fique fora da presepada: Lobby de hotel não é estação de trem: você pode marcar encontros, ler seu jornal e tomar café enquanto espera. Mas, montar acampamento, divertir-se com a turma ou ficar falando alto ali está fora de cogitação. Nas áreas de uso comum, discrição é a palavra-chave

Como não ser o cliente chato em uma loja?


Não seja pidão! Não insista pedindo brindes e amostras grátis. Cada loja tem uma política para isso e, ademais, da próxima vez você vai querer ser tratado como um cliente vip e não como um turista mala, certo? Malandragem, dá um tempo... Nos Estados Unidos, mercadoria com a etiqueta pode ser trocada até mesmo seis meses depois da compra. Mas não queira bancar o espertinho e abusar da boa-fé.

Cumprimentar é permitido?


No Brasil, apertos de mão, abraços e até mesmo beijos em mulheres são aceitáveis. Mas, fora daqui, esqueça a mão no ombro, os sorrisos insistentes e intimidades em geral. Beijinhos, então, são impensáveis. O melhor é inclinar o corpo para a frente e esperar o aperto de mão: o anfitrião sinalizará.

O que é legal numa viagem executiva?


1) Não toque no interlocutor
2) Não pergunte sobre a vida pessoal dele nem fale sobre a sua
3) Ceda sempre a passagem
4) Não fofoque sobre os colegas
5) Cuidado com a bebida (existe gafe pior do que ficar bêbado?)
6) Seja pontual
7) Dê gorjetas
8) Ouça duas vezes mais do que fala

Preciso ser formal num navio?


Antes de embarcar, saiba o que levar para a programação noturna: noites de gala pedem smoking e vestido longo; noites formais, terno e gravata; informais, blazer. Nos navios de alto luxo, há os três tipos de noite. Nos de luxo, elas podem ser formais e informais, mas bermudas são vetadas. Já os casuais não exigem formalidades.

Fonte: viaje aqui


Roteiros

Recados

Parabéns pelo site, tá nota 10

VitorGGA

adorei o site,muito completo com muita informacao..muito legal eu e meu esposo somos fãs de fortaleza,adoramos a cidade, ela é ao nosso ver a melhor do nordeste..ai que saudade da quela terra maravilhosa....

edianave

Notícias

Cely Turismo

Receba novidades